O grandioso projeto 12, 12, 12, 12

Ando consideravelmente ansioso com o ano novo. Sim, nem bem dezembro é, já fui informado... mas! Sigo ansioso. Assim sendo, comecei as minhas confabulações. 2022 tem tudo para ser ou excelente ou péssimo, e meus planos precisam ser, ao mesmo tempo, infalíveis e inefáveis. Nesse mini-Grande Salto Adiante, vou fazer 5 Anos em 1. Sim, … Sigue leyendo O grandioso projeto 12, 12, 12, 12

Blogar é preciso, viver não é preciso

Eu sei que o Fernando Pessoa provavelmente se referia à precisão, mas vou tomar a liberdade de usar como se se referisse à necessidade. Enfim, hay que blogarse, hemos de blogar. Preciso parar de querer só fazer textos bem elaborados. Afinal, também é agradável ler (e escrever) futilidades. Breves atualizações pessoais: dias 14 e 15 … Sigue leyendo Blogar é preciso, viver não é preciso

O dilema dos professores da internet

Esse texto estava na geladeira. Havia desistido de publicar, mas hoje o próprio motivo de eu o ter congelado comprovou o ponto que eu queria defender. Antes de tudo, preciso deixar algo claro: eu era um otimista; achava que a internet nos traria o paraíso terreno, desencadeando uma era de sabedoria e iluminação. Ingenuidade pouca … Sigue leyendo O dilema dos professores da internet

A perniciosa ofuscação entrincheirada na prosa filosófica

Tradução do artigo de Ethan Milne de 31 de julho de 2020. Ou: por que a escrita filosófica deveria ser mais acessível O principal trabalho de um filósofo é escrever. Publicar artigos de alta qualidade nas melhores revistas requer a capacidade de escrever muito. Entretanto, a filosofia é famosa pela má escrita. É comum na … Sigue leyendo A perniciosa ofuscação entrincheirada na prosa filosófica

Por favor, vocês são melhores que isso

Eu sou um nerd de idiomas (RIP, Nathalia), eu sinto um prazer enorme em estudar outras línguas, explorar as minúcias e particularidades de outras culturas. Não é surpresa, pois, que eu consuma uma caralhada de conteúdo sobre aprendizado de idiomas. Nada mais natural. Pois é, mas eu vejo um erro permear grande parte dos discursos … Sigue leyendo Por favor, vocês são melhores que isso

A falta que as olimpíadas fazem

Eu gosto bastante das olimpíadas. Adoro. Há algo na estética de um ritual periódico — que une todos os povos para uma comunhão pacífica — que muito me atrai. Os sonhos de cooperação global, ajuda mútua, resolução não violenta dos conflitos, fraternidade universal... se reavivam cada vez que ouço o hino olímpico tocar. Sim, muito … Sigue leyendo A falta que as olimpíadas fazem